"EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA" JESUS

"... a sabialidade não está naquilo que se faz, está naquilo que você sente em fazer." Dr. Claudionor de Carvalho

domingo, 29 de setembro de 2013

29/09/13 - Último dia de comemorações dos 12 anos do CECC


O último dia de comemorações dos 12 anos do CECC (29/09/2013) foi um refresco no calor das ansiedades.
O Café da Manhã coletivo, entre convidados, trabalhadores da Casa, o palestrante Jacob de Melo, Emerson Mozart (cantor e compositor) e demais presentes, foi um momento especialmente bonito. Nele, todos puderam partilhar do pão e da poesia, da graça e da alegria de estarem todos dividindo também, amor. O amor que tanto o Mentor (Médico) espiritual do CECC, Dr. Claudionor de Carvalho, solicita que seja vivido e não, apenas, declarado.
Após esse momento, a palestra de Jacob de Melo começou com uma apresentação musical deste escritor e apaixonado divulgador do Magnetismo no Brasil (e exterior). Em seguida, nosso irmão iniciou  sua preleção, munido de muita pesquisa e propriedade, acerca do Tema Magnetismo. Mais uma vez reiterou a "preocupação" que sente no sentido de notar "determinada" distância dos trabalhadores que utilizam o Magnetismo para tratamentos nas Casas Espíritas e, amorosamente aconselhou maior estudo e pesquisa; para que os trabalhos realizados tenham maior número de resultados positivos.
No entanto, Jacob de Melo indicou que o Magnetismo já conseguiu avançar bastante,  abarcando simpatizantes e dirigentes de casas espíritas que realizam um trabalho sério e, de fato, com ótimos resultados. Avaliou que ainda se tem muito para realizar, mas afirmou que "nenhum obsessor resiste a um homem persistente". Disse isso, referindo-se a si próprio, quando lembrou às "barreiras" que tem vencido com relação ao "preconceito" contra o Magnetismo.
O encerramento do evento se deu com a Apresentação de Poesia dos evangelizandos da Evangelização Irmã Sheilla, cujo tema foi: O Jardim Magnetizado de Amor.
A todos que participaram dos 12 anos de aniversário do CECC, fica o agradecimento de toda a Equipe e para todos os que realizaram a festa, quer sejam nos bastidores ou no palco central dele, nosso MUITO OBRIGADA!

Família CECC
29/09/13

28/09/13 PALESTRA COM JACOB DE MELO - ANIVERSÁRIO DO CECC (2013)


Em comemoração aos 12 anos do CECC, aconteceu ontem (28/09/13)a Palestra sobre Magnetismo, proferida por Jacob de Melo (RN). Antes, porém, houve a apresentação Musical de Emerson Mozart, que presenteou a todos os presentes com sua voz, com algumas canções inéditas de sua autoria e outras, as quais recebeu por meio de psicografia. A canção "Ele", emocionou a todos os presentes. Nela, fala-se do amor de Jesus por todos os seus irmãos, um amor "sincero e incondicional. Que revigora e anima e restaura".
A Apresentação teatral da Juventude Espírita dr Alenon trouxe uma peça falando sobre a importância da realização do Evangelho no Lar. A turminha esteve muio bem e a apresentação foi um sucesso, conseguiu arrancar risos da platéia e deixou o ambiente ainda mais alegre.
Na palestra, mais uma vez, Jacob de Melo, espírita desde infante, alertou aos espíritas sobre a IMPORTÂNCIA do Magnetismo e de como este tem sido "mal utilizado" no meio Espírita.
O estimado amigo da Casa, também falou sobre como pode-se avançar cada vez mais na "missão" de cura e autocura no sentido de ampliarmos as capacidades de homens integrais, que somos todos nós, para a realização master de nossos espíritos - rumo à perfeição.
Jacob lembrou ainda, sobre as trocas de vocábulos, que, em sua opinião, não acrescenta em nada na Doutrina. A exemplo da troca do termo magnetizada para "fluidificada", que é como usualmente se chama hoje em dia a água que se toma como medicamento após o uso do outro medicamento: o Evangelho.
O escritor de "Depressão tem cura sim", livro que já virou Best-seller na literatura espírita, rememorou que enquanto espíritas Kardecistas que nos dizemos, ainda não lemos o mínimo daquilo que Kardec deixou escrito sobre a Doutrina. E isso, segundo ele, nos dá uma distância do que entendemos e do que precisamos saber sobre esta Consoladora bússola de orientação para a aquisição das ferramentas que darão ao ser a efetiva força conscienciosa de nossas capacidades: que existem, mas que estão adormecidas, esperando um despertar vívido.
Hoje (29/09/13) tem mais Jacob de Melo, às 09:00 no CECC, após um café da manhã animado e revigorante. Em seguida haverá a Apresentação de Poesia da Evangelização Infanto-Juvenil Irmã Sheilla.

CECC

Texto: Solineide Maria

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

V JORNECC - Centro Claudionor - 12 anos!! Venha! Começa hoje 27/09/13 às 18:45.


Ana Ariel hoje no CECC às 18:45. Música e Palestra.

V JORNECC - Centro Claudionor de Carvalho - 12 anos!! Começa hoje às 18:45


ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO

Por Amália Rodrigues 
Divaldo Franco 
Agradecemos-te Senhor. 
Pela glória de viver!
Pela honra de amar! 
Muito obrigada Senhor, pelo que me deste, pelo que me dás. 
Muito obrigada pelo pão, pelo ar, pela paz! 
Muito obrigada pela beleza que meus OLHOS veem no altar da natureza! 
Olhos que fitam o ar, a terra e o mar. 
Que acompanha a ave fagueira que corre ligeira pelo céu de anil e se detém na terra verde salpicada de flores em tonalidades mil! 
Muito obrigada Senhor, porque eu posso ver o meu amor! 
Diante da minha visão, pelos cegos, formulo uma oração: 
Eu sei que depois dessa lida, na outra vida eles também enxergarão! 
Obrigada pelos OUVIDOS meus que me foram dados por Deus. 
Ouvidos que ouvem o tamborilar da chuva no telheiro, a melodia dos ventos nos ramos do salgueiro, as lágrimas que choram os olhos do mundo inteiro. 
Diante da minha capacidade de ouvir pelos surdos, eu quero pedir: eu sei que depois desta dor, no teu reino de amor, eles também ouvirão! Muito obrigada Senhor, pela minha VOZ! 
Mas também pela voz que canta, que ensina, que alfabetiza. Que canta uma canção em teu nome profere com sentida emoção! 
Diante da minha melodia quero te rogar, pelos que sofrem de afazia, pelos que não cantam de noite e não falam de dia: eu sei que depois desta dor, no teu reino de amor, eles também cantarão! Muito obrigada Senhor, pelas minhas MÃOS! 
Mas também pelas mãos que oram, que semeiam, que agasalham. 
Mãos de amor, mãos de caridade, de solidariedade. 
Mãos que apertam mãos. 
Mãos de poesia, de cirurgia, de sinfonia, de psicografia... 
Mãos que acalentam a velhice, a dor e o desamor! 
Mãos que acolhem ao seio do corpo, um filho alheio, sem receio.
Pelos meus PÉS, que me levam a andar sem reclamar. 
Muito obrigada Senhor porque posso bailar! 
Olho para a terra e vejo amputados, marcados, desesperados, paralisados... 
Eu posso andar!!! 
Oro por eles! Eu sei que depois dessa expiação, na outra reencarnação, eles também bailarão. Muito obrigada Senhor, pelo meu LAR! 
É tão maravilhoso ter um lar... 
Não importa se este lar é uma mansão, um bangalô, seja lá o que for! 
O importante é que dentro dele exista amor! 
O amor de pai, de mãe, de marido e esposa, de filho, de irmão... 
De alguém que lhe estenda a mão, mesmo que seja o amor de um cão, pois é triste viver na solidão! 
Mas se não tiver ninguém para amar, um teto para me acolher, uma cama para me deitar... Mesmo assim, não reclamarei, nem blasfemarei. 
Simplesmente direi: 
Obrigada Senhor, porque nasci. 
Obrigada Senhor, porque creio em Ti! 
Pelo Teu amor, obrigada Senhor!

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

ANIVERSÁRIO COM ALEGRIA (PARA DR. CLAUDIONOR E EQUIPE)

Não há beleza comparada à alegria
de ver irmãos de outras eras em tal "folia".
É bom demais sentir tamanha afinidade
todos unidos pelo serviço à Comunidade.

Que belo exemplo estão à dar aos pequeninos
irmãos... Que ainda jazem em prantos, desarmonias.
Com tal exemplo vocês liberam tal energia
que configura em doce abrigo nessas alminhas.

Ah meus irmãos colham as flores da alegria...
Sejam assim, sempre unidos em prol das bençãos
que elevam a todos e não a um, dois ou um grupo
o Mestre disse: "meus discípulos serão aqueles que mais se amarem".

Catarina
Terezinha
(espíritos)

Solineide Maria
(psicografia) 06:51 - 26/09/2013

JACOB DE MELO (RN) NO CECC DIA 29/09/2013

JACOB:

OBRIGADA POR VIR COMEMORAR MAIS UMA VEZ O ANIVERSÁRIO DESTA CASA, HOSPITAL E ESCOLA COM SEUS IRMÃOS DE ITABUNA.
CECC


Jacob de Melo esteve no Aniversário do CECC em 2011. Aqui, ele abraça Marcos, Médium e Presidente do CECC, pai, amigo e trabalhador generoso desta Casa.

ANA ARIEL NO ANIVERSÁRIO DO CECC - DIA 27/09 ÀS 18:45


AGRADECIMENTO

Agradeço, alma irmã, o clima da alegria
A que a tua bondade nos conduz
Os brindes de ternura que nos deste
E as palavras de luz.

Agradeço-te o campo de trabalho
Em que me renovaste a noção de valor,
Fizeste-me enxergar em minha própria vida
A fonte de serviço a meu dispor.

Agradeço o remédio que me estendes
Para que eu possa agir,
Sendo mais forte para ser mais útil
Em demanda ao porvir

Agradeço o ambiente em que me acolhes
Onde aprendo a servir e onde posso cantar
Resguardando-me, em tudo, o júbilo bendito
De que me encontro no meu próprio lar!...

Mas, acima de tudo, alma querida,
Estou feliz porque me deste as mãos
Fazendo-me sentir que a luz do amor existe
E que na luz do amor todos somos irmãos.

Maria Dolores

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

domingo, 1 de setembro de 2013

O PASSE NÃO É MAGIA - BREVE HISTÓRIA DO MAGNETISMO

"Para entender um pouco mais sobre o passe, vamos primeiramente fazer uma pequena revisão sobre a história do Magnetismo Animal, que contribuiu de forma significativa no que hoje conhecemos através da Doutrina Espírita".

O ESPIRITISMO E O MAGNETISMO

Em O Livro dos Espíritos, no capítulo da Intervenção dos Espíritos, os espíritos afirmam:
“O  Espiritismo e o magnetismo nos dão a chave de uma imensidade de fenômenos sobre os quais a ignorância teceu um sem-número de fábulas, em que os fatos se apresentam exagerados pela imaginação. O conhecimento lúcido dessas duas ciências que, a bem dizer, formam uma única, revela a realidade das coisas e suas verdadeiras causas”.
(Continuação no link abaixo):

A certeza da sobrevivência

Foi na primavera de 1995. Rick acabara de ganhar sua medalha de ouro nas olimpíadas. Era a sensação do colégio. Depois de uma palestra, o diretor lhe perguntou se ele poderia fazer uma visita a um aluno especial. 
O menino se chamava Matthew e não pudera se fazer presente à palestra. No entanto, tinha manifestado interesse em conhecer Rick. Como o diretor se sensibilizara com o pedido e Rick concordou, eles foram à casa do garoto. 
No trajeto de 14 quilômetros, Rick descobriu algumas coisas. O menino era portador de distrofia muscular. Quando nascera, os médicos disseram a seus pais que ele não viveria até os 5 anos. Depois, que ele não chegaria aos 10. Ele estava com 13 anos, e era um lutador. Queria conhecer Rick porque ganhara a medalha de ouro nas olimpíadas e ele, Matthew sabia tudo sobre superar obstáculos e correr atrás de sonhos. 
Durante uma hora conversaram e, em nenhum momento, Matthew reclamou da sua situação, nem questionou: por que eu? Falou sobre vencer e correr para alcançar os seus sonhos. Não comentou que seus colegas de turma gozavam dele, às vezes, porque ele era diferente. Falou apenas de suas esperanças para o futuro e de como, um dia, haveria de conseguir fazer levantamento de peso. 
Quando a conversa se encerrou, Rick tirou de sua pasta a medalha de ouro que ganhara por levantamento de peso e a colocou no pescoço do garoto. Disse a Matthew que ele era um vencedor e que sabia mais sobre sucesso e superar obstáculos do que ele próprio. O menino olhou a medalha, depois a devolveu, dizendo: Rick, você é um campeão. Mereceu esta medalha. Algum dia, quando for para a olimpíada e ganhar a minha medalha de ouro, vou mostrá-la a você. 
Quando chegou o verão, Rick recebeu uma carta dos pais de Matthew. Ele havia morrido, mas endereçara-lhe uma carta que escrevera apenas alguns dias antes de partir. Rick a abriu e leu: 

caro Rick, minha mãe disse que eu deveria lhe mandar uma carta agradecendo pela foto legal que você me mandou. Eu também queria contar que os médicos disseram que não vou viver muito tempo. Está ficando muito difícil respirar e eu me canso com facilidade. Mas ainda sorrio o quanto posso. Sei que nunca vou ser tão forte quando você e sei que nunca vamos levantar peso, juntos. Um dia eu disse a você que iria à olimpíada e ganharia uma medalha de ouro. Agora sei que nunca vou fazer isso. Mas sei que sou um campeão. E Deus também sabe. Ele sabe que eu não desisto. Por isso, quando eu chegar do outro lado, Deus vai me dar uma medalha de ouro. E quando você chegar lá, eu vou mostrá-la a você. Obrigado por me amar. 
Seu amigo. Matthew. 

Para quem guarda a certeza da imortalidade da alma, todo adeus se transforma em um até logo. E quando percebe que a vida física vai acabar, já arruma toda sua bagagem para a nova vida. 
Para quem crê que a alma vive e vibra, para além da tumba, a saudade se dilui no tempo, porque sempre chegará o momento dos reencontros, mesmo que os anos passem, somando-se em décadas e se multipliquem em doce e acalentada espera. 
Para quem tem convicção da sua imortalidade, a madrugada do amanhã será logo mais, vencida a sombra da morte e superado o obstáculo de qualquer temor. 


Equipe de Redação do Momento Espírita, com base no cap. Medalhista de ouro, de autoria de Rick Metzger, do livro Histórias para aquecer o coração dos adolescentes, de Jack Canfield, Mark Victor Hansen e Kimberly Kirberger, ed. Sextane.
"... a sabialidade não está naquilo que se faz, está naquilo que você sente em fazer." Dr. Claudionor de Carvalho