"EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA" JESUS

"... a sabialidade não está naquilo que se faz, está naquilo que você sente em fazer." Dr. Claudionor de Carvalho

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

A geração nova


     "A Terra, no dizer dos Espíritos, não terá que transformar-se por meio de um cataclismo que aniquile de súbito uma geração". Cada um dos Espíritos "ainda não tocados pelo bem", ao desencarnarem, serão encaminhados a mundos inferiores ou reencarnarão em "raças terrestres ainda atrasadas, equivalentes a mundos daquela ordem", cabendo-lhes transmitir seus conhecimentos a fim de fazê-los avançar.     
    A ordem natural das coisas não será afetada, pois, cada Espírito expurgado será substituído por "um mais adiantado e propenso ao bem".Estando numa época de transição, assistimos ao choque das ideias entre a nova geração, à qual cabe "fundar a era do progresso moral", (cujas características são: inteligência e razão precoces, "sentimento inato do bem e a crenças espiritualistas"; tendo já progredido, assimilam todas as idéias progressistas) e a velha geração, composta de Espíritos atrasados, revoltados contra Deus, negando-se a "reconhecer qualquer poder superior aos poderes humanos", com propensão instintiva às paixões degradantes, ao orgulho, inveja, ciúme, sensualidade, cupidez, avareza.
    Sendo tais vícios "incompatíveis com o reinado da fraternidade", terá a Terra que ficar livre deles, para que os homens caminhem para "o futuro melhor que lhes está reservado". Alguns dos Espíritos retardatários, entretanto, ao retornar ao mundo espiritual individualmente ou de forma coletiva, e sob a influência de "Espíritos benévolos que por eles se interessam", se modificam, passando a estar em condições de reencarnar na Terra "com ideias inatas de fé", encontrando já um meio mais propício ao desenvolvimento de suas faculdades. 
    Com a modificação das disposições morais, opera-se portanto a regeneração da Humanidade, mesmo não havendo a renovação integral dos Espíritos. Portanto, nem sempre os que voltam são novos Espíritos; podem tratar-se dos mesmos, porém com pensamentos e sentimentos modificados. 
    Após grandes choques que dizimam as populações, observam-se modificações que tendem a alterar "profundamente as ideias de um povo ou de uma raça", pela ativação do "movimento progressivo dos Espíritos encarnados e desencarnados".
    Presentemente (Obs: A Gênese de Kardec foi publicada em 1.868) opera-se "um desses movimentos gerais, destinados a realizar uma remodelação da Humanidade". 

FONTE: http://www.se-novaera.org.br/site/modules.php?name=Conteudo&pid=721

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Os obreiros do Senhor

Aproxima-se o tempo em que se cumprirão as coisas anunciadas para a transformação da Humanidade. Ditosos serão os que houverem trabalhado no campo do Senhor, com desinteresse e sem outro móvel, senão a caridade! Seus dias de trabalho serão pagos pelo cêntuplo do que tiverem esperado. Ditosos os que hajam dito a seus irmãos: "Trabalhemos juntos e unamos os nossos esforços, a fim de que o Senhor, ao chegar, encontre acabada a obra", porquanto o Senhor lhes dirá: "Vinde a mim, vós que sois bons servidores, vós que soubestes impor silêncio aos vossos ciúmes e às vossas discórdias, a fim de que daí não viesse dano para a obra!" Mas, ai daqueles que, por efeito das suas dissensões, houverem retardado a hora da colheita, pois a tempestade virá e eles serão levados no turbilhão! Clamarão: "Graça! graça!" O Senhor, porém, lhes dirá: "Como implorais graças, vós que não tivestes piedade dos vossos irmãos e que vos negastes a estender-lhes as mãos, que esmagastes o fraco, em vez de o amparardes? Como suplicais graças, vós que buscastes a vossa recompensa nos gozos da Terra e na satisfação do vosso orgulho? Já recebestes a vossa recompensa, tal qual a quisestes. Nada mais vos cabe pedir; as recompensas celestes são para os que não tenham buscado as recompensas da Terra.

O Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo 20.

Reflitam...

Senhor Jesus!
Quando Deus não é colocado por centro de nossa vida, perdemos o rumo, quais viajores que se distanciam da luz, caindo nas trevas... E és entre nós, Senhor, a imagem mais fiel do Pai que nos criou.
Para nos reunires a Ele, deste-nos em teu Evangelho de amor o caminho da redenção. Concede-nos, assim, a força de percorrê-lo!
Inspira-nos a compreensão de tua palavra, porquanto sabemos que o Reino de Deus, como felicidade eterna, há de começar em nós mesmos.
Guia-nos, Mestre, e ajuda-nos a entender-te a vontade!
Assim seja!


Meimei
Psicografia: Chico Xavier

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Não pare de progredir

Ampara minha irmã
Quem chega em sua vida.
Acolhe e ama.
Abraça, mas com os braços da alma;
Do coração.

Alimenta o jardim do teu encantamento.
Rega com Caridade a tua evolução.
Não pare.
Não deixe o trabalho, por nada
Que seja fútil motivo das
Forças que querem afastá-lo
Do caminho já trilhado.

Não dê espaço minha irmã,
Meu irmão, às tendências
Que ocorrem, de fraquejar.
A todos Jesus aguarda,
A todos ele ampara.
Não pares teu caminhar
Para a Senda do Maior,
Daquele que tem a luz da Evolução
Para lhe dar.

Terezinha 



Psicografia - Solineide Maria

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Palestras Públicas Janeiro/2012

JANEIRO
Segunda-feira - 19:00H

DIA           PALESTRANTE                      TEMA
02              Lindomar Coutinho         Necessidade da Encarnação
09              Rosimeire Butx               Ressurreição e Reencarnação
16              Zeneide Martins              Limites da Encarnação
23              Helena Cardoso               A Paciência
30              Patrick Pires Costa          Bastidores de uma Reunião Espírita


Terça-feira - 19:00h


DIA         PALESTRANTE                              TEMA
03            Dilermano Mesquita             A Importância da Fé
10            Ricardo Cajado                     A Impotância do Amor para o Espírito
17            Lucilene Bonfim                    Maneira de Orar
24            Cristiane Passinho                Eficácia da Prece
31             Reinaldo Oliveira                Qualidade da Prece

 Quarta-feira - 17:00H

DIA        PALESTRANTE                               TEMA
04           Solineide                                   Moisés
11           Reinaldo                                   Cristo
18           Raimundo                                 Espiritismo
25           Solineide                                   A Nova Era               
                 

domingo, 25 de dezembro de 2011

Mensagem de Natal - Dr. Alenon


“... falar de Jesus é muito difícil, ainda mais no aniversário Dele, o dia em que foi elegido por todos vocês e até por eu mesmo.
Por que falar do Natal? Mas falar do nascimento de Jesus, quando lá na manjedoura trazendo toda sua ingenuidade no semblante, um Ser pequeno, na sua jovialidade no tempo, como filho de Nazaré, trazendo para nós toda sua elegância, compostura, consciência no teu semblante.
Estava na manjedoura vendo pela primeira vez, não, pela primeira vez entre nós JESUS DE NAZARÉ, o maior símbolo, o maior amor que Deus designou  para todos nós e ali estava Ele a nos olhar para nos trazer a Boa Nova... ali estava o maior em toda a sua existência, por isso, justifica eu falar daquele Ser? Sou tão pequeno, imagine quando falam da simbologia com todos os seus mitos e mistérios. [...] o amor do Cristo que nunca nos abandona, nunca nos abandonou e nunca vai nos abandonar ao entrar no lar de cada família [...]  por Deus e por Jesus de Nazaré a junção de sentimentos e da nossa  pequenez, mas é o momento de todos se abraçarem,  amparar um ao outro e dizendo aqui está a família universal, a família de meu Pai, filhos de meu Pai aqui estou... e todos a olhar e agradecer aquele que ali está a brilhar: Jesus de Nazaré, a nos acalentar, a nos transformar, a nos chamar, a nos convidar para que possamos chegar sim ao Amor de Deus, ao Pai de todos nós.
No momento em que estivermos reunidos, por que não dizer o quanto se amam, se amam e se amam Ó,  Pai nesse momento tão importante, tão imperial, mas ainda tão imperfeito, derrama sobre nós o teu amor e traga para nós segurança, ilumina a todos, que possamos levar o sorriso e o abraço. Caminhemos em busca, em busca do teu amor e chegaremos ao fim da nossa jornada na Terra a compreender a Deus e a Jesus com a razão.”

Mensagem: Dr. Alenon
Atendimento Fraterno
09/12/2011.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Mensagem de Natal - Claudionor de Carvalho

“... devemos buscar a Deus e Jesus, e que se aproxime este dia, esta noite em que todos os cantos e recantos do universo, em nome do Amor... a missão de levar o amor, o maior sentimento que Jesus e o Pai nos deixou. Estava ali o amor, o amor com o nome de Jesus de Nazaré, estava ali a olhar em seu estágio de criança, estava ali a dizer filhos de meu Pai não vim ser a luz, por que a luz é de meu Pai, eu vim ser o exemplo do amor de meu Pai, por todos vocês. Nos momentos de fraqueza lembremos do Pai, com certeza vão estar comigo, porque ninguém chega ao Pai se não for por mim, pelo amor Dele através de mim vocês um dia compreenderão, por isso,  nos unimos, nos abracemos, nos adoremos, nos namoramos ou nos namoremos,  para que possamos chegar ao ideal? Não, chegar a Deus com o apoio do Menino Jesus de Nazaré. Que nesse Natal sairemos para distribuir o amor em nome deste dia, deste aniversariante. Vamos sorrir, vamos abraçar,  aconchegar,  dê o que tem, o que pode, façam o que querem e até o que não querem, mas façam todos com amor, porque vocês estão aniversariando o dia do amor, o dia de verdade, o dia de vida, porque aquele que crê em meu Pai com certeza está vendo em mim o que nada sou e serei, tudo aquilo que o meu Pai quis que eu fosse. Serei Jesus em nome, serei do amor, que seja feita a vontade de meu Pai que está no céu... daí filhos, se formou o Pai Nosso... Pai Nosso que está no Céu, santificado seja vosso nome, venha nós Pai teu reino, seja feita a vossa vontade, assim na Terra como no Céu, o pão nosso de cada dia daí-nos hoje e sempre Senhor, perdoa Pai nossas dívidas para que possamos perdoar os nossos devedores, não nos deixe cair em tentação, mas livrar Senhor do mal, do orgulho e da vaidade e daí-me Jesus de Nazaré. Obrigado Pai, não por ser o que sou, por poder fazer aquilo que o Senhor designa.”

Mensagem: Dr. Claudionor de Carvalho
Atendimento Fraterno
Data: 16/12/2011.

"Natal e Mortal: 'por outro caminho' (Mt. 2,12)"

 

Cada ano, no limiar do Natal, nossos corações mais uma vez se comovem com a saga de um Deus que, por assim dizer, não quis ser apenas espírito e concluiu que divino mesmo é ser humano. E se encarnou, nascendo de uma mulher, nos arredores da Casa do Pão (Beith-lehem), sobre uma manjedoura. Porque, assim, deixava logo claro que era o mais fino manjar que à Terra pode oferecer o Céu.
 A cena do presépio, para quem ainda tem olhos de ver, é um memorial de saudades e esperanças. Faz-nos lembrar nossas raízes e nossas asas. Tudo o que compõe - o jovem casal, o boi, o burro, os vaga-lumes, a estrela, os pastores, os anjos, os magos – tudo é signo tradutor de uma vida que nasce (natal) para morrer (mortal) e ressurgir, renatalizando nossa humana condição.
Narra o evangelista Mateus que “magos vieram do Oriente à Cidade da Paz (Jesrusalém) e adoraram o rei recém-nascido (Mt 2, 1-2). Vieram guiados pela luz do desejo (em latim desiderium) tem o mesmo natal etimológico de estrela (sider). Viver assim, e por conseguinte, assim caminhar, pro-movidos por esse desejo de encontrar algo ou alguém maior, mais inteligente e mais amoroso, diante de quem dobrar os joelhos, num êxodo e num êxtase deliciosos, posto que dolorosos, é o sonho, a saudade e a esperança mais ancestrais da humana condição.
Há quem diga que eram três reis. Três por dedução dos presentes oferecidos ao recém-nascido. Mas reis? Um rei que depusesse a coroa, deixasse o palácio e saísse à procura de outro rei, guiado apenas pelo luzir de uma estreinha, seria no mínimo, considerado louco. Não, não eram reis. Eram astró-logos: liam, no brilho dos astros a chama do desejo! Se Zaqueu, desejando ver a Jesus, encaminhou-se á uma árvore na praça de Jericó, por que não dirigir-se na direção insinuada por uma estrela?
Encerra Mateus seu relato dizendo que os magos, “avisados em sonhos de não tornarem a Herodes (quem vê a Deus sobre palhas não pode voltar à tirania do ouro) voltaram paa sua terra por outro caminho” (Mt 2,12).
É sempre assim. E não pode ser de outro jeito. Quem vê a Criança e nela reconhece o berço da vida, morre para o velho ego e vira anjo (angelo). Como quem vê o Espírito vira pássaro (pomba). E como anjos ou evangelhos alados, deixam de lado os trilhos da mesmice e da mormose; e pelas trilhas abertas pelo desejo vêm e vão anunciando alternativas (outro em latim, alter, daí alternativa), viabilizando uma vida m,ais mansa, mais justa, mais leve. Mais sã e salva.
O poeta Mário Quintana sugere que o aborto não é um crime, é um roubo: rouba-se às crianças a alegria de ver estrelas! Pois vendo-as e ouvindo-as, entendemos que o Céu ainda nos sorri.
Neste Natal do Senhor, desejo experimentar o que Zeca Baleiro sugere numa de suas composições: “Não quero ser triste como o poeta que envelhece (...). Nem quero ser alegre como o cão que sai a passear (...). Quero no escuro como cego tatear estrelas distraídas.”
E assim, quem sabe?, serei novamente reconduzido à Casa do Pão e da Beleza.

Frei Edilson Bezerra OFMcap
Jornal Anúncio - Ano VII – Nº 77, datado de Dezembro de 2005.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Encerramento do Grupo da Sopa Fraterna Claudionor de Carvalho 2011

Agradecemos a todos que colaboraram para mais esta realização. 
Que Jesus ilumine a todos.
Família CECC




   Reinaldo nos emocionou com a Palestra: Significado do Natal





   A turma do lanche sempre animadas

   Joelma, Brenda, Aída e Cristina sempre com Amor

 
 Sid sempre feliz

 Jorge, Sr. Porfírio grande colaborador da Casa e Sr. Janilson coordenador pela arrecadação de alimentos na porta de supermercado

 Vitória a nossa recepcionista

 Solineide presenteando as nossas "meninas" como diz Dr. Claudionor

Solineide e Luzinete

 Brenda e Avani

 Andréa e Carla

 Claudiane e Andréa



                            Os netinhos de Claudionor de Carvalho


                                                                    

Bom dia para Jesus



Quando acordar, 
antes de se levantar, 
sintonize Jesus.
Ofereça a Ele seu primeiro olhar.

Pede que Ele te auxilie 
nos caminhos bons e do Bem.
Não esqueça de que é mais um dia,
Isso é esplendor,
É benção para quem tem no coração
Vontade de viver as coisas benfazejas.

Quando acordar, 
antes de olhar no relógio,
Olha primeiro nos olhos de Jesus.
E diz sinceramente: eu te amo;
Ele certamente responderá: 
Eu também.

Não deixe de levantar do seu descanso
E mesmo que ainsônia tenha ocorrido,
Remete a Ele teu cansaço e diz:
Olha Meu Irmão Querido os meus passos,
Guia a minha emoção e os meus caminhos
Pautados no Bem e para o Bem.

Quando acordar, 
assim como ao deitar,
Fala direto com o Teu Irmão,
Para que Ele fale com o Pai sobre você,
Seu coração, seus planos, seus sonhos
E projetos e problemas.

Quando a luz do dia lhe encontrar,
Olha para a luz que o Criador para você preparou.
Doa tua primeira palavra para Aquele
Que muito mais, muito mais lhe amou.

Terezinha

Psicografia - Solineide

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

REFLITAM,,,

"... Jesus de Nazaré, só espero e peço [...] que regeneremos os tecidos ainda afetados pelos sentimentos mesquinhos, para que possemos florir e transformar este mundo em um celeiro num berço de amor."

 Claudionor de Carvalho

domingo, 18 de dezembro de 2011

Encerramento da Evangelização Infantil de 2011



Agradecemos a todos que fizeram parte da Evangelização Infantil durante o ano de 2011, que puderam deixar a sementinha plantada em cada coraçãozinho do" futuro do amanhã". Desejamos estar juntos novamente em 2012 para cuidar dessas sementinhas que foram plantadas: regando com muito amor, como nos ensina o Nosso Amigo de todos os momentos: Claudionor de Carvalho.
Que o Menino Jesus abençõe a todos!

Família CECC









 A Juventude também esteve presente



sábado, 17 de dezembro de 2011


"Filhos amados, o ano novo não está esperando por vocês logo mais, não. O ano novo está aí, dentro de vocês, esperando apenas ser despertado para que um novo sol brilhe, para que a escuridão ceda passagem à luz de um novo dia de ventura." 
(Dr. Bezerra de Menezes)
 
Fonte: José Medrado - Cidade da Luz/Noite da Gratidão

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

ROGATIVA DE NATAL - Emmanuel


Senhor Jesus!
 
            Quando chegaste à Terra, através dos panos da manjedoura, aguardava-te a Escritura como sendo a luz para os que jazem assentados nas trevas!...
            E, em verdade, Senhor, as sombras dominavam o mundo inteiro...
            Sombras no trabalho, em forma de escravidão...
            Sombras na justiça, em forma de crueldade...
            Sombras no templo, em forma de fanatismo...
            Sombras na governança, em forma de tirania...
          Sombras na mente do povo, em forma de ignorância e de miséria...
            Pouco a pouco, no entanto, ao clarão de tua infinita bondade, quebraram-se as algemas da escravidão, transformou-se a crueldade em apreciáveis direitos humanos, transmudou-se o fanatismo em fé raciocinada, converteu-se a tirania em administração e, gradualmente, a ignorância e a miséria vão recebendo o socorro da escola e da solidariedade.
            Entretanto, Senhor, ainda sobram trevas no amor, em forma de egoísmo!
            Egoísmo no lar...
            Egoísmo no afeto...
            Egoísmo na caridade...
            Egoísmo na prestação de serviço...
            Egoísmo na devoção...
           Mestre, dissipa o nevoeiro que nos obscurece ainda os horizontes e ensina-nos a amar como nos amaste, sem buscar vaidosamente naqueles que amamos os reflexos de nós mesmos, porque, somente em nos sentindo verdadeiros irmãos uns dos outros, é que atingiremos, com a pura fraternidade, a nossa ressurreição para sempre.


Livro A Luz da Oração. Psicografia de Francisco Candido Xavier - Espíritos Diversos.

MENSAGEM DE NATAL - Chico Xavier

 
Senhor Jesus!... 
Ante o Natal que nos refaz na Terra o mais formoso dia, somos gratos a todos os irmãos, que te festejam, entrelaçando as mãos nas obras do progresso. Vimos também trazer-te a nossa gratidão pela fé que acendeste em nosso coração. Mas, se posso, Jesus, desejo expor-te o meu pedido de Natal; Falando de progresso, rogo-te, se possível, guiar os homens e as mulheres, sejam de qualquer nível, para que inventem, onde estejam, novos computadores que consigam contar as crianças que vagam nos caminhos, sem apoio e sem lar, e os doentes cansados e sozinhos, presos no espaço de ninguém, para que se lhes dê todo o amparo do Bem. Auxilia, Senhor, a humana inteligência a fabricar foguetes dentro de segurança que não erra, que possam transportar remédio, alimento e socorro, onde a dor apareça atribulando a Terra. Que o mundo te receba as bênçãos naturais doando mais amor aos animais, que nunca desampare as árvores amigas, não envenene os ares, nem tisne as fontes, nem polua os mares, que o ódio seja, enfim, esquecido, de todo, que a guerra seja posta nos museus, que em todos nós impere o imenso amor de Deus. Que o teu Natal se estenda ao mundo inteiro e que, pensando em teu amor, de cada amanhecer que todos resolvamos a fazer um dia novo de Natal... E que, encontrando alguém, possamos repetir, tocados de alegria, de paz, amor e luz: Companheiro, bom dia, hoje também é dia de Jesus.
 
Mensagem recebida por Francisco Cândido Xavier, no Grupo Espírita da Prece, em reunião pública da noite de 25 de setembro de 1982, em Uberaba - MG.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

NATAL DO CORAÇÃO



Abençoadas sejam as mãos que, em memória de Jesus, espalham no Natal a prata e o ouro, diminuindo a miséria e a necessidade, a fome e a nudez!...
Entretanto, se não forem iluminadas pelo amor que ajuda sempre, esses flagelos voltarão amanhã, como a erva daninha que espreita a ausência do lavrador.
Não retenhas, assim, a riqueza do coração que podes dar, tanto quanto o maior potentado da Terra!
Deixa que a manjedoura de tua alma se abra, feliz, ao Soberano Celeste, para que a luz de banhe a vida.
Com Ele, estenderás o coração onde estiveres, seja para trocar um pensamento compassivo com a palavra escura e áspera ou para adubar uma semente de esperança, onde a aflição mantém o deserto!
Com Ele, inflamarás de júbilo os olhos de algum menino triste e desamparado e uma simples criança, arrebatada hoje ao vendaval, pode amanhã ser o consolo da multidão...
Com Ele, podes oferecer a bênção da tolerância aos que trabalham contigo, transformando o altar de teu coração em altar de Deus!...
Que tesouro terrestre pagará o gesto de compreensão no caminho empedrado, o sorriso luminoso da bondade no espinheiro da sombra e a oração do carinho e do entendimento no instante da morte?
Natal no mundo é a epopéia do reconhecimento ao Senhor.
Natal no espírito é a comunhão com Ele próprio.
Ainda que te encontres em plena solidão na manjedoura do infortúnio, sai de ti mesmo e reparte com alguém o dom inefável de tua fé.
Lembra-te de que Ele, em brilhando na manjedoura, tinha consigo apenas o amor a desfazer-se em humildade, e, em agonizando na cruz, possuía apenas o coração, a desfazer-se em renúncia...
Mas, usando tão somente o coração e o amor, sem uma pedra onde repousar a cabeça, converteu-se no Salvador do Mundo, e, embora coroado de espinhos, fez-se o Rei das Nações para sempre.

Meimei
Do livro "Antologia Mediúnica do Natal"
Psicografia de Francisco Cândido Xavier

domingo, 11 de dezembro de 2011

Auto Avaliação

Hoje, ao deitar, avalia teu dia.
Pergunta a teu coração: fostes ponte ou passagem? Ou fostes pedregulho a empatar o caminho do irmão?
Hoje, quando for dormir, avalia teus atos.
Pergunta sobre teus deveres para com o espírito: Está cumprindo?
Hoje, quando for descansar, avalia amiúde tudo isso.
E mais, pede auxílio do Alto, para que possas urgente encontrar a tua paz.
No trabalho diário  da melhoria das mazelas íntimas, dos infortúnos do coração:
Avalia irmã, irmão.
Avalia.


Dr. Claudionor de Carvalho
Psicografado por: Solineide Maria







sábado, 10 de dezembro de 2011

ORAÇÃO DO NATAL - Meimei

 
Rei Divino, na palha singela, por que Te fizeste criança, diante dos homens, quando podias ofuscá-los com a grandeza de Teu Reino?
Soberano da Eternidade, por que estendeste braços pequerruchos e tenros aos pastores humildes, mendigando-lhes proteção, quando o próprio firmamento Te saudava com uma estrela sublime, emoldurada de melodias celestes?
Certamente vinhas ao encontro de nosso coração para libertá-lo.
Procuravas o asilo de nossa alma, para convertê-la em harpa nas Tuas mãos.
Preferias esmolar segurança e carinho, para que, em Te amando, de algum modo, na manjedoura esquecida, aprendêssemos a amar-nos uns aos outros.
Tornava-Te pequenino para que a sombra do orgulho se desfizesse, em torno de nossos passos, e pedias compaixão, porque não nos buscavas por adorno do Teu carro de triunfo, como vassalos de Tua glória, mas, sim, por amigos espontâneos de Tua causa e por tutelados de Tua bênção.
E, modificaste, assim, o destino das nações. Colocaste o trabalho digno, onde a escravidão gerava a miséria, acendeste a claridade do perdão, onde a noite do ódio assegurava o império do crime, e ensinaste-nos a servir e a morrer, para que a vida se tornasse mais bela...
É por isso que, ajoelhados em espírito, recordando-Te o berço pobre, ofertamos-te o coração...
Arranca-o, senhor, da grade do nosso peito, enferrujado de egoísmo, e faze-o chorar de alegria, no deslumbramento de  Tua luz!... Conduze-nos, ainda, aos tesouros da humildade, para que o poder sem amor não nos enlouqueça a inteligência e deixa-nos entoar o cântico dos pastores quando repetiam, em pranto jubiloso, a mensagem dos anjos:
-         Glória a Deus nas Alturas, paz na Terra e boa vontade para com os homens!...

Psicografia de Chico Xavier. Livro: Antologia Mediúnica do Natal. Editora FEB.
 

"... a sabialidade não está naquilo que se faz, está naquilo que você sente em fazer." Dr. Claudionor de Carvalho